Abertura do carnaval de Olinda leva bonecos gigantes e mais de 20 agremiações para ladeiras

Cortejo com orquestras de frevo e maracatus dá a largada para o reinado de Momo.

 

Até que enfim, acabou a espera do folião. Às 17h20 em ponto, no Largo do Amparo, no Sítio Histórico de Olinda, os clarins e a chave da Troça Carnavalesca Cariri Olindense abriram oficialmente o carnaval 2017 da cidade. Bonecos gigantes, orquestras de frevo e mais de 20 agremiações integram o cortejo que inicia o reinado de Momo na cidade patrimônio.

As ladeiras da Cidade Alta foram tomadas por foliões apaixonados pelo carnaval. O cortejo com maracatus, orquestras de frevo, troças e blocos líricos tem como destino a sede da prefeitura, na Rua de São Bento.

Sombrinhas de frevo se multiplicam pelas ladeiras de Olinda durante a abertura do carnaval, nesta quinta-feira 
 
O desfile passa pelos Quatro Cantos, sobe a Ladeira da Ribeira e finalmente chega ao Palácio dos Governadores, onde ocorre, às 22h30, a apoteose do evento, com o show do cantor Alceu Valença.
Um pouco antes do show do músico pernambucano, a expectativa dos foliões é para conferir o encontro dos blocos Homem da Meia-Noite e Galo da Madrugada, que vão se reencontrar também na abertura oficial do carnaval do Recife, na sexta (24), no Bairro do Recife.

O desfile passa pelos Quatro Cantos, sobe a Ladeira da Ribeira e finalmente chega ao Palácio dos Governadores, onde ocorre, às 22h30, a apoteose do evento, com o show do cantor Alceu Valença.

Um pouco antes do show do músico pernambucano, a expectativa dos foliões é para conferir o encontro dos blocos Homem da Meia-Noite e Galo da Madrugada, que vão se reencontrar também na abertura oficial do carnaval do Recife, na sexta (24), no Bairro do Recife.

Maracatus também participam da abertura do carnaval de Olinda, nesta quinta-feira (23) 

Homenzinho da Meia-noite

Se o Homem da Meia-Noite ainda não deu o ar da sua graça no carnaval olindense, o mesmo não pode ser dito do Homenzinho da Meia-Noite. Com apenas 4 anos de idade, o pequeno Miguel Pereira pediu tanto a fantasia do "ídolo" dele para os pais que, finalmente, está realizando o sonho justamente no dia da abertura oficial da festa de Momo de Olinda.

A mãe do garoto, a professora Evanize Pereira, 40 anos, diz que ele é folião desde que nasceu, já que a família sempre morou no Largo do Amparo. "Há muito tempo que Miguel pede esta fantasia, mas sempre adiamos por ele ser muito pequenininho", lembra.

Resultado de imagem para imagens Homenzinho da Meia-noite
Homenzinho da Meia-noite

Para provar que os quatro quilos da fantasia que custou R$ 300 não incomodam nem um pouco o foliãozinho, é só vê-lo no meio da folia das ladeiras da Cidade Alta. "Ele não para. O lado carnavalesco tá no sangue", emendou o pai, o segurança José Alexandre, 52 anos. E o pequeno Miguel quis falar? Que nada! Ele só quer pular e girar como o Homen da Meia-Noite.

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!