Adeal inicia primeira etapa da campanha de vacinação contra aftosa de 2016

Vacinação será realizada no período de 1º a 31 de maio e meta visa 100% do rebanho do Estado
adeal_inicia_primeira_etapa_da_campanha_de_vacinacao_contra_aftosa_de_2016_20160427_1820350728
Com a meta de vacinar 100% do rebanho de bovinos e bubalinos de Alagoas, o que corresponde a mais de 1,2 milhão de animais, foi realizada nesta quarta-feira (27), a solenidade de abertura da primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2016.
 
O evento, que contou com a presença do secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos e do presidente da Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), Marcelo Lima, foi realizado na Fazenda Triunfo, zona rural do município de Fleixeiras.
 
“Alagoas é um Estado livre da febre aftosa com vacinação. O governador Renan Filho faz questão que a Adeal faça este trabalho de acompanhamento e fiscalização para que seja mantido este status sanitário. O Governo do Estado vem investindo na defesa sanitária para que as mudanças ocorram sempre para melhor, dando a garantia ao criador e a sociedade alagoana do controle da febre aftosa no rebanho do nosso Estado. A meta deste ano é um rebanho 100% vacinado”, declarou o secretário Álvaro Vasconcelos, lembrando que o produtor sempre fez a parte dele, vacinando e declarando.
 
Nesta primeira etapa, cuja vacinação será realizada no período de 1º a 31 de maio, a novidade é a emissão da Guia de Trânsito Animal eletrônica (e-GTA) e da declaração de vacinação, pelo criador, no próprio site da Adeal.
 
“Resolvemos melhorar ainda mais o nosso sistema. Com isso, Alagoas passa a ser o primeiro Estado nordestino, onde o produtor pode acessar o sistema da Adeal e emitir a GTA como a declaração de vacinação. Independente do local onde ele estiver, poderá acessar estes serviços. Este ano, como o sistema está sendo implantando, o produtor deverá procurar um escritório da Adeal para levar o quantitativo de animais vacinados e obter uma senha de acesso. Até o fim do ano, Alagoas será um referencial”, esclareceu Marcelo Lima.
 
Após adquirir as doses das vacinas nas lojas autorizadas de revenda durante todo o mês de maio, o criador deve vacinar os animais até dia 31. Mesmo com o encerramento da campanha, o criador tem mais 15 dias para fazer a declaração em casa ou nos mais de 80 escritórios do órgão de defesa existentes em Alagoas.
 
“A vacinação é um trabalho de grande importância. O produtor e o Governo do Estado, por meio da Adeal, vêm cumprindo com suas obrigações. Graças a esta parceria, Alagoas conquistou coberturas vacinais importantes e vamos lutar para que nesta etapa possamos chegar aos 100%. Vamos trabalhar para que no futuro possamos chegar à zona livre da febre aftosa sem vacinação”, afirmou Álvaro Almeida, presidente da Federação da Agricultura e Pecuária no Estado de Alagoas, Faeal.
 
A agência de defesa lembra que as doses da vacina antiaftosa só estarão disponíveis nas lojas credenciadas de produtos agropecuários, apenas no mês de maio.
 
“É fundamental a parceria firmada entre o Governo de Alagoas e o produtor rural, caminhando juntos vencemos a aftosa. Nunca deixei de vacinar meus animais, servindo de exemplo para outros criadores, “afirmou o pecuarista Paulo Jacinto, que só na fazenda Triunfo conta com um rebanho de 1.700 bovinos de corte.
 
A Adeal informa que o criador que deixar de vacinar o rebanho estará sujeito a punições previstas na lei, a exemplo do pagamento de multas. Em novembro do ano passado, na segunda etapa da campanha de combate à febre aftosa, foi obtida uma cobertura vacinal superior a 97%. 
 
Participaram da solenidade, além de técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e da Adeal, dirigentes da Conab, empresários e produtores rurais. 

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!