Capitão da PM é morto com tiro no pescoço em suposta abordagem; Acusado foi preso

10/04/2016 13:13

Capitão Rodrigues morto em uma suposta abordagem

O capitão da Polícia Militar de Alagoas, Rodrigo Moreira Rodrigues, 32 anos, foi morto com um tiro no pescoço durante uma suposta abordagem em um residência no bairro de Santa Amélia, parte alta de Maceió, na noite deste sábado, 09.
 
O militar era lotado no Batalhão de Radiopatrulha e possivelmente estaria na companhia de outros três militares que não foram atingidos pelos disparos. A vítima ainda foi socorrida pela própria guarnição, mas não resistindo aos ferimentos entrou em óbito à caminho do HGE.
 
Um acusado de efetuar o disparo contra o militar foi preso por uma guarnição da Radiopatrulha. Ele foi identificado como Agnaldo Vasconcelos. A Secretaria de Segurança Pública emitiu uma nota, que pode ser lida ao final do texto.
 
O corpo ainda não foi liberado pelo IML. De acordo com a assessoria da SSP, o capitão será velado no Palácio Republica dos Palmares.
 
O tiro
 
Informações repassadas à imprensa dão conta que o capitão estaria supostamente durante uma abordagem a uma residência. O militar e a guarnição teriam localizado um aparelho de telefonia móvel por meio de um programa de localização.
 
As informações dão conta ainda que o militar ao chegar a residência e supostamente chamar várias vezes teria tentado pular o muro, foi quando foi atingido pelo disparo na região do pescoço.
Agnaldo Vasconcelos
A prisão
 
A prisão foi confirmada pelos órgãos de segurança pública. Agnaldo Vasconcelos teria sido
 
Reprodução/SSP
 
Agnaldo Vasconcelos
preso no Conjunto Jardim Petrópolis na cada da namorada.
 
O acusado foi levado para a Divisão Especial de Investigação e Capturas. Nesta manhã ele teria sido ouvido pelo delegado Ronilson Medeiros. Ele foi conduzido para a Casa de Custódia no bairro do Jacintinho.
 
O órgão de segurança pública informou também que uma arma foi apreendida com o acusado; possivelmente a arma usada no crime.
 
Ainda de acordo com a assessoria da SSP, o acusado trabalhava em uma revendedora de veículo e atuava como assessor de um político.
 
NOTA
 
O secretario de Segurança Pública,  coronel Lima Júnior,  compartilha com os irmãos de farda o sentimento de dor inigualável pela perda trágica do capitão PM.Rodrigo Rodrigues, da Radiopatrulha, abatido em pleno exercício do dever de proteger a sociedade alagoana.
 
Na noite deste sábado,9, todas as forças da Segurança se enlutaram diante da tragédia que ceifou a vida de um exemplar oficial que muito contribuiu com.o estado de Alagoas.
 
O secretario, em nome de todos que integram a SSP, abraça a família e pede a Deus que dê forças e a conforte. Ao tempo que afirma ter adotado  todas as providências  para a elucidação do caso.
 
O capitão Rodrigo Rodrigues terá todas as honrarias dignas de quem soube ate o fim vestir a farda com brilho e honestidade.

 

Voltar

Contato

Jovem News
São Paulo
São Paulo, Brasil

+55 (82) 9809-5017

© 2017 Todos os direitos reservados.

Make a free website

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!