Decisão Alagoano: Eles chegam rigorosamente iguais

26/04/2016 12:26

O torcedor do CSA poderá até achar injusto, mas a decisão do título estadual em 2016 coloca em igualdade de condições os dois finalistas.
 
Isto é o que estabelece o regulamento da competição, traçado e definido com antecipação ainda no ano passado, quando houve a reunião do conselho arbitral.
 
 
 
Ao decidir o regulamento, os dirigentes pensam individualmente e por isso sempre pensam que a desvantagem pode estar contra ele e assim tomam a decisão pensando em não ser prejudicado.
 
Portanto os 15 pontos a mais feitos pelo CSA – com o mesmo número de jogos – sobre o CRB – 44 a 29 – não são levados em consideração para a decisão.
 
O regulamento determina apenas uma vantagem para o time de melhor campanha: ter o direito de fazer o segundo e decisivo jogo, como mandante. Como os dois times são da capital, a única vantagem azulina é ter 70% da carga de ingressos à disposição do seu torcedor.
 
Para ser campeão, um time terá que fazer mais pontos que o adversário, quatro, com uma vitória e um empate ou seis, com duas vitórias.
 
Em caso de igualdade de pontos, uma vitória e uma derrota, existe o critério do saldo de gols. Se houver um vencedor por três gols no primeiro jogo, a equipe derrotada só será campeã se vencer a segunda partida por quatro gols de diferença.
 
Na hipótese de dois empates, necessariamente, a decisão irá para uma prorrogação e se o empate permanecer após os 30 minutos do tempo extra, a decisão do título dar-se-á em cobranças de tiros livres diretos na marca penal.
 
A prorrogação também decidirá o título em caso de dois resultados diferentes, com saldo de gols iguais. Vitória de uma equipe por 4 a 2 e vitória da outra equipe por 2 a 0, haverá prorrogação, ou ainda vitória de cada uma das equipes por 3 a 0 em cada um dos confrontos.
 
PASSADO
 
Em 2013, última decisão de título entre CSA e CRB, o regulamento não levava em consideração saldo de gols. No primeiro jogo da decisão, o CRB goleou o CSA por 4 a 1. Mas no segundo jogo bastou o CSA vencer por 1 a 0 e a disputa do título foi para prorrogação, permaneceu em igualdade e em seguida para a disputa de penalidades. Na oportunidade, o CRB venceu a disputa por pênaltis e sagrou-se campeão alagoano .

Voltar

Contato

Jovem News
São Paulo
São Paulo, Brasil

+55 (82) 9809-5017

© 2017 Todos os direitos reservados.

Make a free website

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!