Policiais civis decidem intensificar greve à revelia de decisão judicial

Policiais saíram em passeata pelas ruas do Centro

Agentes e escrivães da Polícia Civil de Alagoas decidiram ignorar a decisão da presidência do Tribunal de Justiça, proferido na última sexta (22) que determinava o imediato retorno ao trabalho. A decisão atendia pedido de antecipação de tutela feito pelo Governo do Estado contra o Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas.
 
 
 
Em assembleia realizada na manhã de hoje (26), na Praça dos Martírios, cerca de 400 policiais decidiram pelo descumprimento da determinação judicial e pela intensificação das ações de greve, à revelia da multa diária de R$ 5 mil imposta pelo TJ.
 
A categoria apresentou uma pauta com 23 reivindicações ao governo, entre elas o pagamento de 60% do piso de delegados, PCCs, realização de concurso público, melhoria das condições de trabalho e das delegacias, entre outras.
 
Após a assembleia, os policiais saíram em passeata pelas ruas do Centro comercial de Maceió. Ontem, em entrevista à imprensa, o governador Renan Filho disse que não ter como atender a pauta dos policiais civis.

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!