Rosberg vence GP da China e Massa termina em sexto

13001104_588896301267356_3417754615935087348_n

O alemão Nico Rosberg (Mercedes) venceu o Grande Prêmio da China, disputado na madrugada deste domingo, e ampliou sua vantagem na liderança do Mundial. O brasileiro Felipe Massa (Williams) chegou a sonhar com o pódio, mas terminou em sexto.
Com o triunfo em Xangai, Rosberg chega aos 75 pontos ganhos, enquanto Lewis Hamilton (Mercedes), sétimo colocado neste domingo, fica com apenas 39. O piloto alemão alcançou na China sua sexta vitória consecutiva na Fórmula 1, a 17ª da carreira.
O Grande Prêmio da Rússia, quarta etapa do Campeonato Mundial, está marcado para o próximo dia 1º de maio, no Autódromo de Sochi. As duas edições da corrida de Fórmula 1 disputadas no país foram vencidas por Hamilton, nas temporadas de 2014 a 2015.
A Corrida – A largada do Grande Prêmio da China foi tumultuada. Logo nos primeiros metros, o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) tomou a liderança do alemão Nico Rosberg (Mercedes). Pressionado pelo russo Daniil Kvyat (Red Bull), o alemão Sebastian Vettel (Ferrari) tocou no finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari).
Na tentativa de escapar da confusão, o brasileiro Felipe Nasr (Sauber) tocou no britânico Lewis Hamilton (Mercedes), que partiu do último lugar do grid. O brasileiro Felipe Massa (Williams) conseguiu passar ileso e assumiu o sétimo posto da corrida.
 
Na terceira volta, Rosberg acelerou para ultrapassar Ricciardo e um dos pneus do carro do australiano furou. Pouco depois, o carro de segurança foi acionado, saindo apenas no oitavo giro. Muitos pilotos aproveitaram para visitar os boxes e Massa, que ficou na pista, chegou a figurar em segundo.
 
Na 13ª volta, Kvyat ultrapassou o brasileiro para assumir a segunda colocação e, sete giros depois, Massa visitou os boxes da Williams pela primeira vez. Tranquilo na liderança, Rosberg passou a abrir vantagem confortável sobre o russo, seguido por Vettel.
 
Na 32ª volta, Massa parou pela última vez e deixou os boxes equipado com pneus médios. Cinco giros depois, Vettel superou Kvyat. Após um começo tumultuado de corrida em Xangai, pilotando da maneira agressiva, Hamilton passou a ganhar uma série de posições.
 
Massa ultrapassou o holandês Max Verstappen (Toro Rosso) na 40ª volta e assumiu a quarta posição. O jovem foi para os boxes, e Ricciardo e Hamilton passaram a duelar. O australiano levou a melhor e, no 44º giro, conseguiu ultrapassar o brasileiro da Williams.
 
Na 48ª volta, Raikkonen também superou Massa, que caiu para a sexta posição. Hamilton tentou fazer o mesmo, mas o brasileiro conseguiu se defender. Sem ser ameaçado, Rosberg venceu o Grande Prêmio da China, seguido por Vettel e Kvyat. O brasileiro Felipe Nasr (Sauber), discreto, ficou no 20º lugar.
Confira o resultado final do Grande Prêmio da China:
 
1: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
 
2: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
 
3: Daniil Kvyat (RUS/Red Bull)
 
4: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
 
5: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)
 
6: Felipe Massa (BRA/Williams)
 
7: Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
 
8: Max Verstappen (HOL/Toro Rosso)
 
9: Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso)
 
10: Valtteri Bottas (FIN/Williams)
 
11: Sergio Perez (MEX/Force India)
 
12: Fernando Alonso (ESP/McLaren)
 
13: Jenson BUtton (ING/McLaren)
 
14: Esteban Gutierrez (MEX/Haas)
 
15: Nico Hulkenberg (ALE/Force India)
 
16: Marcus Ericsson (SUE/Sauber)
 
17: Kevin Magnussen (DIN/Renault)
 
18: Pascal Wherlein (ALE/Manor)
 
19: Romain Grosjean (FRA/Haas)
 
20: Felipe Nasr (BRA/Sauber)
 
21: Rio Haryanto (IND/Manor)
 
22: Jolyon Palmer (ING/Renault)

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!