Sesau orienta gestores de unidades sobre atendimento a pacientes com suspeita de H1N1

09/04/2016 13:13

Apenas os casos graves devem ser encaminhados para o Hospital Escola Hélvio Auto.

vacina-H1N1Os gestores dos Ambulatórios 24 horas, do Hospital Geral do Estado (HGE), da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e do Hospital Escola Hélvio Auto, em Maceió, foram orientados, nesta sexta-feira (8), sobre o Protocolo de Atendimento a Pacientes com Suspeita de H1N1. As orientações foram repassadas pelo médico Rogério Barboza, assessor de Média e Alta Complexidade da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

 
Rogério Barboza informou que os profissionais foram orientados a verificarem minuciosamente a situação dos pacientes que chegam com suspeita da doença, para evitar que sejam encaminhados desnecessariamente para o Hospital Geral do Estado e o Hospital Escola Hélvio Auto (HEHA). Barboza explicou que não há motivo para pânico em Alagoas, já que até agora foram notificados 24 casos suspeitos de H1N1, sendo três já descartados e 21 continuam sob investigação.
 
No encontro, que contou com a participação da diretora do HEHA, Luciana Pacheco e da assessora em doenças imunopreviníveis e vacinação, Denise Castro, os gestores receberam as orientações sobre o público alvo que deve ser vacinado contra a Influenza. Rogério Barboza afirmou que os casos suspeitos considerados leves podem receber atendimento nos Ambulatórios 24 Horas e na UPA do Trapiche, onde receberão a medicação adequada.
 
Nestas unidades, os pacientes também serão orientados sobre a importância de se manterem hidratados, lavar as mãos com água e sabão e fazer uso de álcool gel, além de evitar aglomerados de pessoas. Já os que apresentarem a Síndrome Respiratória Aguda Grave, devem ser encaminhados para o Hospital Escola Hélvio Auto, que é referência para esse tipo de doença.
 
Sobre a vacinação que deverá ser iniciada em Maceió dia 25, a orientação é que procurem as unidades de saúde apenas os que estão nos grupos prioritários que são: as gestantes, idosos com mais de 60 anos, puérperas até 45 dias, crianças com seis meses até menos de cinco anos, população indígena, trabalhadores da saúde e do sistema prisional, menores infratores e os portadores de doenças crônicas.

Voltar

Contato

Jovem News
São Paulo
São Paulo, Brasil

+55 (82) 9809-5017

© 2017 Todos os direitos reservados.

Make a free website

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!